Como funcionam os algoritmos das redes sociais?

Como funcionam os algoritmos das redes sociais?

Não é segredo para ninguém que os algoritmos das redes sociais são cheios de mistérios e que cada um deles funciona de uma maneira. Quem trabalha com redes sociais ou faz uso delas nas estratégias de Marketing Digital já deve ter tentado, uma vez ou outra, “burlar” os algoritmos com o intuito de conseguir mais alcance e engajamento.
Porém, a melhorar maneira de alcançar bons resultados na internet é conhecer e entender como funcionam os algoritmos. Dessa maneira é possível traçar estratégias mais eficientes e otimizadas. Além de se destacar da concorrência. Para saber mais sobre os robozinhos e como usá-los a favor do seu negócio, continue a leitura. 😉
O que são algoritmos?
Os algoritmos são um conjunto de regras e dados matemáticos que tem como objetivo solucionar problemas. Na internet os algoritmos realizam ações automatizadas recebendo valores de entrada e produzindo valores de saída. Parece complicado? Vamos simplificar.
Quando você faz uma pesquisa no Google, o algoritmo seleciona os resultados que melhor correspondem ao que você busca e os lista conforme sua relevância. Nas redes sociais esse sistema funciona praticamente da mesma forma. Quando um usuário abre o feed, ele recebe primeiro as publicações que o algoritmo considera importantes para ele.
Ou seja, esses robozinhos analisam as milhares de publicações feitas todos os dias, selecionam as mais relevantes de acordo com cada usuário e as apresentam para eles. Os algoritmos das redes sociais geralmente usam como fator principal o engajamento. Isto é, existem mais chances de serem mostradas para você postagens das pessoas com quem você interage mais.
Mas não é só isso, o algoritmo é um conjunto de fatores — como uma máquina —, então é necessário fazer testes para entender melhor como ele funciona. Principalmente porque os fatores podem mudar de uma rede social para outra. Como vamos ver mais a seguir.
Como funcionam os algoritmos das redes sociais?
Algoritmo do Facebook
O Facebook foi a primeira rede social a ter um algoritmo para organizar as publicações, porque a quantidade de postagens era demais para os usuários e fazia com que os posts se perdessem pelo feed.
Com mais de 2 bilhões de usuários ativos, o Facebook é a maior rede social do mundo e possui anúncios, pessoas, grupos, páginas pessoais, empresariais e muito mais, em um só lugar. No entanto, a rede social ainda tem como prioridade as pessoas e por isso faz uso do algoritmo com o intuito de deixar o conteúdo mais relevante para cada usuário.
Até hoje ninguém sabe exatamente como funciona o algoritmo da rede, visto que ele é composto por centenas de milhares de fatores. Porém, alguns pontos fundamentais usados como base são:
Engajamento: Quanto mais reações, comentários e compartilhamentos uma publicação recebe, o algoritmo entende que é um assunto relevante e a entrega para um maior número de pessoas;
Relacionamento: O nível de relacionamento e o quanto você interage com a pessoa (ou empresa) na rede influencia na quantidade de publicações dela e posts semelhantes que você vai receber;
Formato: Conteúdos em imagem ou vídeo tem mais chances de serem entregues aos usuários e receberem interação.
Além disso, um tempo atrás Mark Zuckerberg, fundador da rede, anunciou que o Facebook deve priorizar cada vez mais as postagens feitas por amigos e familiares e em grupos que o usuário participa.
Então, para conseguir bons resultados com o Facebook é preciso criar um relacionamento com os usuários e incentivá-los a interagir com suas postagens. Peça para que marquem outros usuários nas postagens, para que elas tenham um alcance maior. Além disso, faça um bom uso de conteúdos visuais.
Mas lembre-se: o algoritmo dessa rede social muda constantemente, então se os seus resultados não saírem como esperado, algo pode ter sido alterado. É importante sempre pesquisar e ficar por dentro das novidades.
Algoritmo do Instagram
Quando foi criado, o Instagram não possuía algoritmo e as postagens eram mostradas de acordo com uma ordem cronológica das publicações. Entretanto, em 2016 isso mudou e hoje a plataforma entrega resultados relevantes para os usuários, baseando-se no engajamento e naquilo que ele mais curte, visita e busca.
E assim como o algoritmo do Facebook, não se sabe ao certo com o do Instagram funciona. Mas existem 3 fatores fundamentais que afetam como as postagens aparecem:
Temporalidade: Apesar das postagens não serem mais cronológicas, a rede social dá prioridade as mais recentes;
Engajamento: Os comentários e curtidas, principalmente quando o post foi feito recentemente, faz com que ele seja priorizado;
Relacionamento: A plataforma prioriza as publicações de perfis que já possuem um relacionamento com o usuário, seja por meio de comentários, curtidas, mensagens diretas ou buscas.
Para conseguir se destacar no Instagram é preciso criar conteúdos de qualidade — tanto a mensagem quanto a imagem — relevantes e usar todas as funções da plataforma, como as hashtags, os stories e comentários.
Também é muito importante identificar o melhor horário para suas postagens. Saber em que momento o seu público está online é essencial para garantir o engajamento do seu conteúdo.
Algoritmo do Twitter
Diferente das outras redes sociais, o Twitter não é comandado totalmente por um algoritmo. Isso porque essa rede social prioriza que os usuários reportem os últimos acontecimentos, ou seja, não faz sentido que ela perca seu perfil cronológico.
Porém, o Twitter não é 100% livre dos algoritmos. Na verdade ele conta com um que verifica os temas, formato de conteúdo e o relacionamento com a conta que postou o tweet. Também é levado em conta o engajamento daquele tweet em si.
Essa avaliação é feita com todos os tweets e interfere nas três categorias criadas pela rede:
Tweets ranqueados: São tweets selecionados pela própria rede, que leva em consideração tanto o comportamento do usuário quanto tweets que tiveram algum destaque e foram relevantes para a rede de seguidores do usuário;
Caso você tenha perdido: Traz tweets que o usuário ainda não viu e que pode considerar interessante. São conteúdos relevantes, como notícias e tweets com muito engajamento;
Timeline do Twitter: Nela aparecem todos os tweets em ordem cronológica e também alguns tweets curtidos ou respondidos por amigos, anúncios e contas sugeridas.
Agora sim você está por dentro dos algoritmos das redes sociais — na verdade das principais. E saber esses detalhes podem te ajudar e muito na hora de traçar estratégias de Marketing Digital.
Quer receber conteúdos como este diretamente na sua caixa de entrada? Assine nossa newsletter! 💌


Source link

Seja o primeiro a comentar
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*